Hoje é dia de links da semana! Confira abaixo:

Sejam casados ou juntados, não é fácil abrir mão da individualidade de um quarto de solteiro para conviver com uma pessoa que provavelmente não possui os mesmos hábitos de organização que você. Mas com o tempo e conversa franca, é possível criar um plano para que ambos ajudem a manter o quarto limpo e organizado. Quer algumas dicas de como organizar o quarto do casal? Então anote aí!

No dia a dia:

– Uma pessoa pode fazer muito em 15 minutos, então imagine o que duas podem fazer para manter a organização do quarto? Enquanto uma arruma a cama e guarda as roupas/coisas fora do lugar, a outra passa um pano leve nos móveis e também o aspirador no quarto.

– Caso não opte pelos 15 minutos diários, é possível combinar para que cada um cuide e organize o espaço que ocupa. De vez em quando, se você quiser fazer uma surpresa para o seu amor, faça a parte dele/dela também.

Um dia na semana:

– Escolha um dia que seja bom para o casal (ou seja, que ambos estejam com a agenda livre) e botem as mãos “na massa”! Unam forças para fazer a limpeza e a organização completa do quarto, aproveitando para limpar janelas, rodapés e tirar o pó acumulado de locais de acesso mais difícil, como embaixo da cama e atrás dos criados-mudos, da cômoda e dos armários.

– Para limpar persianas, use um pano limpo, mergulhe-o em uma mistura de água e vinagre em quantidades iguais e passe em cada tira.

A cada mês:

– Em dupla, virem o colchão (o sentido, não o lado) para que ele dure mais.

A cada 3 meses:

– Com a mudança de estação, algumas coisas são guardadas e outras tiradas do armário. Esse momento é ótimo para separar roupas e calçados para doação.

– Uma ideia é classificar as roupas e organizá-las de acordo com o que é utilizado no dia a dia (em casa), no trabalho, nas horas de lazer fora de casa (restaurante, bares, shopping) e também para ocasiões especiais (festas, formaturas, casamentos).

– Quando os meses de frio intenso passarem e o verão chegar, cobertores e edredons vão para as prateleiras superiores do armário. Antes, porém, lave-os para que eles estejam limpos no próximo ano.

Outras dicas:

– Lembrem-se de trocar de colchão a cada 5 ou 10 anos; os travesseiros, a cada 6 meses ou 1 ano.

– Caixas organizadoras são as melhores amigas do casal organizado e podem ser guardadas embaixo da cama (se tiver espaço) e nas gavetas dos armários.

– Quer manter fácil acesso para aquelas roupas que você pensa em repetir durante a semana? Aposte em um cabideiro!

– Se o quarto de vocês é pequeno, use e abuse do espaço vertical e evite o excesso de móveis para que seja possível circular sem ficar batendo em quinas.

– O lugar de roupas sujas é em um cesto, nunca no chão.

– Para que o quarto fique mais fácil de manter, deixe visível apenas aquilo que você usa com frequência. Por exemplo: no criado-mudo, mantenha na tampa somente o que, por algum motivo, não pode ficar dentro da gaveta.

– Por fim, reserve um espaço específico para cada coisa e mantenha-as no lugar. Combine com o seu parceiro/parceira para que ele/ela colabore e contribua para essa organização.

Hoje é dia de links da semana! Confira abaixo:

Seja pequeno ou médio, o banheiro precisa ser organizado de maneira funcional para que tudo esteja à mão quando for necessário. Com criatividade e um pouco de paciência, é possível arrumar um cantinho para cada coisa e acabar com o aspecto “desleixado” do ambiente. Quer saber como? Então anote as dicas que a gente separou para você hoje:

– Está sem espaço para colocar suas coisas e as coisas da família? Talvez esteja na hora de fazer uma pequena reforma ou pensar melhor na decoração. Como?
Transformando espaços “perdidos” em úteis. Coloque um organizador atrás da porta, aproveite a parte superior das paredes (de forma que ninguém bata a cabeça), assim como as partes de cima e debaixo da bancada da pia. Armários, nichos, prateleiras, gavetas e varões nesses lugares já!

– Reserve umas horinhas para organizar os itens que você guarda no banheiro. Para isso, coloque um pano ou lençol no chão, separe panos e produtos de limpeza, sacos de lixo e um pouco de água. Retire todos os itens que você guarda no banheiro e mãos à obra!

– Você pode classificar os itens como “para o lixo”, “para doação”, “uso frequente” e “uso não frequente”.

– Os itens “para o lixo” são aqueles que já estão vencidos, os “para doação” são os que você não usa faz tempo ou não gosta do cheiro (sim, é hora do desapego).

– Itens de uso não frequente, porém importantes, podem ser colocados nos fundos dos armários ou gavetas. Se você utiliza o espaço superior das paredes, esse também é um bom lugar para guardá-los.

– Os itens de uso frequente precisam ficar em locais de fácil acesso a todos da família. E podem ser separados da forma que você achar mais fácil. Escolha uma forma de categorizar e siga até o fim. Exemplo: separar por “itens para cabelo”, “itens para pele”, “itens de higiene”, “maquiagens e perfumes” e “outros itens”.

– Manter um estoque dos produtos que costumam acabar rápido é uma ótima ideia. Papel higiênico, shampoo e condicionador, pasta de dente e sabonete são alguns que vale a pena deixar mais de um no banheiro. Só tome cuidado para não mantê-los em locais de fácil alcance da família para evitar desperdícios.

– Antes de colocá-los novamente no lugar, passe um pano com produto para limpar cada um deles.

– Após devolver tudo ao lugar, obviamente organizado, basta explicar o esquema que você utilizou para arrumar as coisas para o resto da família para que eles possam ajuda-la a manter organizado.

– Cestas de plástico ou vime podem ser de grande ajuda: dá para colocar roupas sujas em uma e manter toalhas limpas em outra.

– Defina um ou mais dias para manutenção do seu banheiro: passar um pano na pia e/ou na bancada, na tampa do vaso, limpar o espelho e levar o monte de roupa suja para a lavanderia.

De qualquer forma, a melhor dica para um banheiro funcional é aproveitar os espaços disponíveis pensando na praticidade e da usabilidade de cada coisa. Assim, sua vida e sua rotina vão ficar bem mais agradáveis!

Hoje é dia de links da semana! Confira abaixo:

Muitas escolas têm um cardápio para o lanche dos alunos, mas organizar a lancheira não saiu do cenário para muitas famílias. A dúvida é como preparar um lanche que agrade a criança e que fuja da armadilha “suco artificial + bolacha recheada”…

O que os pais sempre justificam é a falta de tempo para preparar o lanche, mas isso a gente resolve com um pouco de planejamento, certo? Confira algumas dicas para você organizar a lancheira do seu filho:

1º: faça um cardápio semanal ou quinzenal, isso dá foco à preparação do lanche e você ganha tempo! As frutas, por exemplo, podem ser compradas mais frescas semanalmente, mas o importante é ter um cardápio definido.
2º: Alguns outros detalhes são importantes: a lancheira deve ser preferencialmente térmica e a garrafa do suco também, tenha potes que vedem bem quando fechados mas que sejam fáceis para a criança abrir. Os potinhos que a criança leva para a escola devem ser destinados apenas a isso, não misture os potinhos da lancheira com os da casa que armazenam outros tipos de alimentos.
3º: Tenha sempre no seu estoque papel alumínio, que é ideal para embalar os sanduíches com pão mantendo por mais tempo a temperatura, além de ser muito prático. Não esqueça de providenciar gelo retornável para situações em que a lancheira não for térmica. Se a criança for muito pequena, prefira as plaquinhas de gelo retornáveis e não os cubinhos.

Outras dicas da Marcelle, que trabalha na Benfatto em SP e é mãe da Rafinha, sobre como organizar a lancheira:

1- Para agilizar a montagem da lancheira, você pode deixar alguns vegetais e até a alface americana que é crocante e não fica murcha com facilidade higienizadas e secas em saquinhos de alimentos, duram de três a quatro dias na geladeira.

2- Sucos naturais de caju, goiaba, melão, acerola e maracujá sofrem menos oxidação e não alteram o sabor por até 6 horas, mas se quiser usar outras frutas o truque é ter garrafas térmicas escuras e bem vedadas. Depois que fizer o suco, deixe-o no freezer até quase congelar na garrafa, isso vai mantê-lo fresquinho por mais tempo até a hora do lanche da criança.

3- Em uma emergência, se tiver que comprar algo pronto para a criança tomar, prefira a água de coco.

4- Substitua o bolo de mercado por bolos caseiros de banana com farinha de aveia ou linhaça. Prepare pelo menos um bolo deste tipo por semana.

5- Os pães do sanduíche preferencialmente integrais podem também ser congelados, vá retirando aos poucos todos os dias a noite para descongelar. Tenha uma variedade deles para o lanche ficar divertido. Também dá para congelar o peito de peru ou um franguinho já desfiado para os sanduíches. Tudo isso agiliza a lancheira.

6- Frutas naturais picadinhas como manga e mamão que não oxidam são uma boa pedida, mas está valendo também a banana e maçã inteiras. Além disso, um bom mix de frutas secas (damasco e uva passa com castanha) será uma excelente e rápida opção.

Hoje é dia de links da semana! Confira abaixo:

Hoje é dia de links da semana! Confira abaixo:

O clima de Carnaval já está no ar! Todo mundo só fala disso, as preparações já estão sendo terminadas, as malas estão começando a ser arrumadas, as compras já estão sendo feitas e todos estão preparadíssimos para se divertir muito. Porém, se você não faz parte dos que irão viajar para aproveitar o feriado e ficará em sua cidade mesmo, mas mesmo assim está com vontade de festejar, essas dicas são para você! Então já comece os preparativos e chame seus amigos, pois separamos dicas ótimas para você decorar sua casa e fazer uma festa de Carnaval em casa!

A primeira dica é: defina um tema! O Carnaval permite escolher diferentes tipos de festa, como baile de máscaras, Olinda, escola de samba, bloco (festa de camiseta), etc. Após escolher o tema, comece suas preparações! Lembre-se, o Carnaval é uma das épocas mais alegres e divertidas do ano, então não economize nas cores, tente montar uma decoração alegre, multicolorida e que consiga valorizar bastante o tema. Pode utilizar pompons suspensos atrás da mesa do bolo, cordões de bolinhas, penas e balões coloridos, tolha dourada ou com paetês! Você também pode criar arranjos de flores e frutas e espalhá-los pelo ambiente principal do baile, coloque bexigas coloridas na piscina ou balões de gás no hall de entrada. Serpentinas, confetes, máscaras e até os colares havaianos são ótimos itens de decoração, e são simples e baratos; enfeitam mesas e paredes de um jeito bem descontraído, os espalhe por toda a casa!

A sua porta de entrada pode ser decorada com uma guirlanda de Carnaval. Para montar este enfeite, você irá precisar de duas máscaras, penas, plumas e lantejoulas. O resultado é ótimo! Lembre-se de escolher um lugar adequado e estratégico para montar a mesa, para que ela sirva de apoio e fique ao alcance rápido e fácil dos amigos. Para dar um “up” decoração, uma dica são vidros de confeitos de chocolate colorido, além das mesas – cada uma de cor diferente, em tons fortes. Você também pode enfeitar a toalha da mesa e as paredes com círculos grandes, de tecido ou de papel, bem coloridos. Nos balões, coloque confetes e para animar ainda mais a festa, faça máscaras de personagens famosos. Também dê atenção aos drinks que irá servir, deixe as bebidas coloridas e ornamentadas usando cata-ventos e guarda-chuvas, por exemplo.

Enfim, são diversas tipos de decoração que se pode fazer, diversas combinações e temas, tudo depende da sua disposição e criatividade! Então, mãos à obra e faça o melhor carnaval da cidade!

Hoje é dia de links da semana! Confira abaixo: