Hoje é dia de links da semana! Confira:

Peças-chave para montar aquele look de arrasar, sapatos nunca são demais. Porém, em meio a tantos tipos diferentes, ficamos com aquela dúvida sobre a maneira correta de limpar os calçados. O importante é saber que cada material exige um cuidado específico para não danificar o tecido.

Como limpar sapatos de cetim:

Por se tratar de um tecido delicado, o recomendado é usar um pano seco e limpo. Para sujeiras mais difíceis, você pode umedecer levemente o pano e aplicar sobre o calçado, secando em seguida. Em caso de manchas, use sabão neutro ou água com gás, depois passe um pano úmido para remover os resíduos e deixe secar à sombra, em local ventilado.

Como limpar sapatos de couro:

Existem produtos específicos para limpar esse tipo de material, alguns até ajudam a hidratar o couro e preservar a cor natural. O método caseiro também é válido: o recomendado é usar uma toalha úmida e sabão diluído, não se esqueça de limpar a parte interna também.

Como limpar sapatos de nobuk ou camurça:

O primeiro passo é usar uma escova de cerdas macias para remover poeira e demais sujeiras. Passe a escova no mesmo sentido que as fibras do tecido, para não ficar com aspecto de manchado e também para não raspar o material. Se o calçado apresentar sujeiras mais “teimosas”, talvez você tenha que umedecer um pouco a escova. Neste caso, tome cuidado ao limpar o sapato inteiro, para não ficar manchado.

Como limpar sapatos de tecido:

Assim como os de camurça, o recomendado é usar uma escovinha com cerdas bem macias que não danifiquem e nem puxem fios do tecido. Caso precise usar água, a dica é usar um pouquinho de vinagre, ele auxilia no processo de remoção das manchas.

Como limpar tênis:

Esse tipo de calçado é o coringa das caminhadas, academia ou passeio mais descontraído. Uma das dicas para limpá-los é usar um limpa-tênis. É um líquido especial vendido em lojas de calçado, ele é pressurizado, o efeito das bolinhas de gás carbônico ajuda a remover as partículas de sujeira que ficam no tecido. Também são ótimos para deixar as partes brancas (aquelas de EVA) do tênis bem branquinhas e não mancha. Outra dica é lavá-los com água e sabão neutro: separe os cadarços e a palmilha e lave-os em um saco protegido na máquina. Esse cuidado é para não ficar resíduo de sabão no seu tênis, pois ao sol o sabão deixa o tênis amarelado.

Como limpar sapatos masculinos:

Não esquecemos de vocês, meninos! Ou para as meninas que precisam ajudar o marido a limpar o sapato também… Sapatos sociais são inimigos de água, pois podem manchar ou perder o formato. Então, recomendamos aplicar pomadas específicas para esse calçado. Quando for aplicar graxa, tome cuidado para escolher o mesmo tom que o material. Se o sapato tiver cadarço, remova-os quando for aplicar os produtos, para não manchar.

Gostou das nossas dicas e cuidados? Curta nossa página no Facebook e receba mais dicas de organização!

Hoje é dia de links da semana! Confira abaixo:

Com a proximidade do verão, se torna necessário fazer aquele rodízio no closet. É hora de guardar as blusas de lã, casacos, cachecol e calças de moletom para dar espaços para as blusinhas, shortinhos e vestidos mais leves e fresquinhos. Contudo, para ter o look impecável sempre à mão, e claro, um closet organizado e funcional, é preciso reservar um tempinho para colocar tudo em ordem.

Guarde corretamente as roupas de inverno

Antes de mais nada, é necessário abrir espaço. Como as peças de inverno são mais volumosas do que as roupas de verão, primeiro é preciso guardá-las. Antes disso, porém, é muito importante que as vestes estejam bem limpas e higienizadas, afinal, elas provavelmente ficaram “de lado”, por um tempinho.

Conservá-las sem estes cuidados fará com que proliferem ácaros e bactérias, além de danificar as fibras dos tecidos, estes micro-organismos desencadeiam reações alérgicas. Você pode dar uma conferida em nosso post ensinando como guardar e conservar as roupas de inverno.

Divida as roupas por grupos

Agora que você está com mais espaço, categorize as suas roupas. Você pode separar por alta estação para os dias mais quentes e meia estação para os dias mais frescos. Coloque em locais que fique mais acessível aquelas peças que você for usar mais. Isso evita desdobrar e ficar tirando, desnecessariamente, outras roupas.

Roupas de uso frequente em locais de fácil acesso

Utilize os cabides que até então eram reservados aos casacos para pendurar as roupas mais usadas. Outra dica é deixar as roupas o mais visíveis possível, isso ajuda a manter um closet mais clean e também quando você for escolher qual roupa vai usar.

Separe os biquínis

Como verão é sinônimo de praia, esta é aquela hora que você aproveita para conferir as roupas de praia. Você pode manter uma gaveta ou espaço exclusivo para os conjuntos de biquínis. Evite deixá-los soltos.

Lembre-se do casaquinho

Lembre-se de deixar, em um local de fácil acesso, aquele casaquinho mais coringa, que não é tão quente e nem tão frio e também é fácil de combinar. Afinal, sempre pode dar uma “loucura” no tempo e fazer um friozinho. Principalmente se você mora em Curitiba, onde fazer frio às 3 horas da tarde do dia 21 de dezembro é completamente possível.

Quer receber mais dicas de organização? É só curtir a nossa página no Facebook que sempre trazemos novidades para você.

Hoje é dia de links da semana! Confira abaixo:

Poder reformar seu lar e mudá-lo do jeito que quiser é um dos melhores prazeres que se pode ter, porém não há nada de prazeroso no caos pós obra. Esta limpeza pode ser muito estressante e por isso separamos algumas dicas que podem te ajudar:

Pré-obra
Antes mesmo da reforma começar, você já precisa estar preparado. Deixe a casa já arranjada para receber a obra, como por exemplo: se for pintar ou quebrar algo na casa, cubra o chão para evitar respingos no novo piso; também tire o que você não quer que estrague ou que possa atrapalhar no processo de renovação. Pensar com proatividade pode te ajudar muito nesta situação!

Durante a obra
A limpeza da obra pode começar enquanto ela está acontecendo! Converse com todos os envolvidos na reforma para acumular a sujeira em um lugar específico. Se tiver uma caçamba, melhor ainda!
Fazendo isto, é possível evitar estragos no que foi reformado em sua casa. A sujeira da obra pode escurecer pintura, arranhar pisos, etc.

Pós obra
Quando for comprar seus materiais, como azulejos e pisos, compre sempre em quantidade maior, aproximadamente 10% a mais, para caso seja preciso fazer ajustes e outras reformas. Na hora de guardar após a obra, anote tudo, nome, marca e onde usou, anote nas próprias caixas, num caderninho ou até no Excel, o que for melhor para você. Assim, será mais fácil de achar os materiais no futuro, caso você precise deles novamente.

A poeira pela casa
Após o processo de reforma, é normal encontrar poeira espalhada por todos os cantos da casa, como nos armários, prateleiras, lustres e etc.. Na maior parte dos casos um pano úmido resolve. Se houver outros resíduos além de poeira, use algum produto que possa ser aplicado para limpar e desinfetar as mais diversas superfícies e remover as sujeiras mais persistentes.

Trabalho em equipe
Converse com amigos e parentes ou contrate alguém para ajudar na limpeza. Duas pessoas ou mais ajudando facilita muito o processo, além da limpeza pós obra ser finalizada mais rapidamente, há também mais segurança! Limpar tudo de uma só vez é mais eficaz do que limpar de pouco em pouco. A Benfatto Organiza pode te ajudar nessa situação pós obra! Deslocamos, embalamos e reorganizamos roupas, acessórios e objetos de um espaço para outro da residência para o período da reforma.

Para mais informações, entre em contato conosco: (41) 9995-3292 (41) 9175-9185.
(11) 94231-7868 contato@benfattoorganiza.com.br

Hoje é dia de links da semana! Confira abaixo:

Nada mais chato do que entrar em um cômodo de sua casa e sentir que ele está desorganizado ou em desarranjo, mesmo que você tenha acabado de organizá-lo. O problema pode estar nos erros de decoração e organização!

Na hora da arrumação, são cometidos erros que muitas donas e donos de casa nem sabiam que eram erros. Um exemplo comum é posicionar espelhos em frente à locais com muitos objetos, pois o reflexo dos objetos faz com que a desorganização pareça maior. O recomendado é posicionar em frente à janelas e portas!

Hall de entrada
Um hall de entrada desarrumado também trás esta sensação de caos, pois o hall é a primeira impressão que se tem ao entrar na casa, então mesmo que o resto dos cômodos estejam arrumados, um hall desorganizado pode estragar tudo. Fica a dica!

Fios e cabos
Fios e cabos visíveis e embolados também causam poluição e desconforto visual. Tente esconde-los atrás dos móveis, com ganchos e braçadeiras, ou ordená-los em organizadores específicos para ver a diferença que faz!

Crianças e seus brinquedos
Para casas que têm crianças, o correto a ser feito é definir um ou dois cômodos para os brinquedos e limitar a quantidade deles: se um chega, outro sai, por exemplo. Tendo um lugar específico para eles e limitando-os, trará uma sensação de casa limpa.

Excesso de objetos
Lembre-se também, você só precisa ter menos de tudo! O excesso de objetos dá a sensação de maior desarrumação. A partir do momento que você faz uma “limpa”, o resultado será uma casa com estilo clean e minimalista.

Cuide com a decoração
Mas se mesmo seguindo essas dicas sua casa ainda parecer desorganizada, o problema pode estar na decoração usada. Por exemplo, papéis de parede escuros absorvem a luz, fazendo com que o ambiente pareça menor do que realmente é. Cores mais claras dão um ar mais aberto e arejado. Deixar os todos os móveis colados na parede transmite a sensação de limite de espaço, tente desencostá-los, nem que sejam poucos centímetros, isso trará uma sensação de profundidade para o cômodo.

Inovação é a palavra de ordem
Evite combinar tudo: cores, tecidos e texturas iguais fazem parecer que tudo é uma coisa só, algo “sem graça” e homogêneo. Procure inovar, misture tecidos, estampas e cores, isso dará mais vida ao cômodo.

Quartos pequenos
Para quartos pequenos, prefira armários planejados ou de um tamanho que não fique desigual. Não há razão em comprar um móvel enorme para um espaço pequeno, se o mesmo vai ocupar grande parte do ambiente. Lembre-se também de organizar os móveis pela casa de forma inteligente, pois muitos móveis em um ambiente só tornarão o seu espaço limitado e sobrecarregado.

Gostou destas dicas? Curta nossa página no Facebook e confira muito mais dicas para a organização de sua casa!

Hoje é dia de links da semana! Confira abaixo:

Matéria divulgada no Blog Elo7, no dia 19 de setembro de 2016. Autora: Irene Loureiro, da Benfatto Organiza.

Organização de tarefas diárias. Pra quem faz tarefas domésticas e é responsável por lavar e passar sabe quanto tempo passamos dentro de uma área de serviço.  Então, qualquer dica para acelerar o processo tá valendo, não é mesmo? O post vai abordar como organizar as roupas para passar. Anote as dicas de organização!

Uma forma de agilizar suas tarefas na área de serviços é ganhar tempo passando roupas, e o segredo pra isso está na forma correta que você pendura as roupas para secar. E claro, como depois guardar as roupas antes de passar.

Como organizar as roupas para passar

comopenrurarroupa

Regrinha número 1 de organização:

Faça um planejamento do tipo de roupa que vai lavar durante a semana, pensando sempre em como vai usar o espaço do seu varal. É aí que está o pulo do gato, por exemplo, não lave roupas de cama e banho no mesmo dia que lava roupas de algodão, etc.. Lave apenas os lençóis da família e mais nada, deixe o varal todo apenas para pendurar esta categoria. Lençóis bem esticadinhos te poupam tempo na hora de passar e conforme o tipo de tecido, acredite, você não precisa passar. Não é ótimo para melhor organização?

Faça esse mesmo raciocínio com as demais categorias de roupas para lavar. Não adianta acumular roupa no varal toda amassada e apertada para secar. Você pode ter ganhado tempo na hora de lavar, mas vai perder o dobro do tempo passando.

Regrinha número 2:

Use o menos possível pregadores de roupa. Se for mesmo necessário coloque-os em lugares da peça de roupa que não vai marcar, ok? Em hipótese alguma pendure camisetas viradas para baixo com os pregadores na ponta. Não só vai marcar, como estragar o formato da roupa.

Regrinha número 3:

Use e abuse dos cabides para pendurar as roupas para secar. Mesmo que more em apartamento e tenha um varal de teto, isso é totalmente possível. Use a parte mais grossa do varal para isso. Outra vantagem de usar cabides é que a posição que a roupa fica em frente a janela favorece que o ar passe entre as peças. Da forma tradicional de pendurar a fila da frente do varal bloqueia todo ar das filas que estão atrás.

Mais dicas:

Prefira varais que são todo de alumínio, inclusive feito de alumínio a haste de pendurar as roupas, os outros varais de cordinha além de precisarem de mais manutenção marcam muito a roupa, os varais que são todo de alumínio são um pouco mais caros mas o custo-benefício compensa.
Por fim, evite recipientes para guardar as roupas para passar que não sejam retangulares. Você já reparou que os cestos de guardar roupa para passar são altos e afunilados? Isso não faz o menor sentido, a roupa fica toda amassada. Prefira simples cestas grandes e retangulares, mais uma vez ganhará tempo na hora de passar e sua conta de luz agradece.

Sugestões de como organizar as roupas para passar anotadas?

Com todas essas dicas seu guarda-roupa e de toda família ficará muito mais bem cuidado e com melhor organização!

Clique aqui para curtir a página do Facebook da Benfatto!